ॐ नमः शिवाय ॐ नमः शिवाय Om namah Shivaya Om namah Shivaya

21 de abril de 2008

Concedendo Amor Perfeito

O Senhor Siva reside eternamente na morada do Senhor Krsna, Vrndavana, onde ele aparece em várias formas para prestar serviço devocional a Krsna. A forma de Gopisvara Mahadeva foi manifestada pelo desejo do Senhor Krsna. Quando Krsna desejou realizar a dança da rasa, Srimati Radhika, a personificação de sua potência de prazer, manifestou-se de Seu lado esquerdo e Gopisvara Mahadeva de Seu lado direito. A forma de Siva que reside em Kasi ou Kailasa no mundo material, é uma manifestação parcial do Sadasiva original (Gopisvara Mahadeva) em Vrndavana. As outras várias formas de Siva geralmente adoradas são expansões de Sadasiva. Elas não são a original. Expansões parciais, tais como, Pippalesvara Mahadeva, Bhutesvara Mahadeva, Rangesvara Mahadeva e outras, não podem conceder a benção que pode ser alcançada pela misericórdia de Gopisvara - a perfeição mais elevada do amor, chamado vraja-prema.

Srila Raghunatha dasa gosvami compôs uma oração em seu Vraja-vilasa-stava:

muda gopendrasyatmaja bhuja parisranga nidhaye

sphurad gopirvrndair yam iha bhagavam pranayibhih

bhajadbhistair bhaktyas vamabhilasitam praptam acirad

yamitire gopisvaram anudinam tam kila bhaje

Diariamente eu adoro Gopisvara Mahadeva, que está situado nas margens do Yamuna. Esse mesmo Gopisvara que era adorada com profunda devoção pelas gopis, e que rapidamente realizava seus desejos de obter a jóia supremamente valiosa, na forma do abraço do filho de Nanda Maharaja [Krsna].

Srila Sanatana Gosvami, o grande santo Vaisnava, que residia em Vrndavana perto do antigo templo Sri Madana-Mohana, costumava ir diariamente ver Gopisvara Mahadeva em seu templo. Certa vez, na velhice, Sanatana Gosvami teve um sonho onde Gopisvara Mahadeva apareceu e o instruiu: “Agora na velhice, por favor, não se dê a tanto trabalho para me ver.” Sanatana Gosvami respondeu: “Eu continuarei vindo. Não posso mudar esse hábito.” Gopisvara Mahadeva disse: “Então eu ficarei bem perto de sua residência, aparecendo em Bankhandi.” No dia seguinte, Sri Gopisvara Mahadeva apareceu em Bankhandi, que ficava na metade do caminho entre seu templo original e a residência de Sanatana Gosvami. Vendo isso, Sanatana Gosvami ficou inundado de êxtase transcendental, e a partir daquele dia ele visitou diariamente Bankhandi Mahadeva.

Onde quer que estivesse, Srila Sanatana Gosvami não podia viver sem seu amado Senhor Siva – Gopisvara Mahadeva e Bankhandi Mahadeva em Vrndavana, e Kamesvara Mahadeva na floresta Kamyavana. Em Govardhana, ele ficava perto de seu querido amigo, Cakresvara Mahadeva, que ganhou esse nome quando serviu a Colina de Govardhana e os Vrajavasis, segurando seu tridente como uma cakra, para proteje-los do dilúvio torrencial enviado pelo rei Indra.

Anteriormente, O Senhor Siva pediu a Sri Krsna uma benção, para poder presenciar seus passatempos infantis. Krsna mandou que ele ficasse em Nandagaon, na forma de uma colina. Siva seguiu a ordem e tornou-se a Colina Nandisvara, e então ele ficou conhecido como Nandisvara. (O Senhor Brahma tornou-se Brahma-parvata, a montanha que fica no lugar onde Srimati Radhika nasceu, Varsana. Pelo fato do Senhor Brahma ser tão próximo à Srimati Radhika, ele também é nosso Gurudeva.)

Nós honramos o Senhor Siva como um grande Vaisnava e como Guru. Não o adoramos separadamente. Nós observamos Siva-ratri, o aparecimento do Senhor Siva, e o glorificamos na relação que ele tem com Krsna. Srila Sanatana Gosvami escreveu em seu Hari-bhakti-vilasa, que todos os Vaisnavas devem festejar Siva-carturdasi (Siva-ratri). O Senhor Siva, aquele em que residem todas as boas qualidades, deve ser certamente honrado pela comemoração desse dia.


shiva

Gopisvara Mahadeva em Vrndavana, U.P Índia


Nós oferecemos reverências ao Senhor Siva com orações como essa:

vrindavanavani-pate! Jaya soma soma-maule

sanaka-sanandana-sanatana-naradedya

gopisvara ! vraja-vilasi-yuganghri-padme

prema prayaccha nirupadhi namo namas te

(Sankalpa-kalpadruma 103)


Ó guardião de Vrndavana! Ó Soma, todas as glórias a você! Ó você que tem a testa decorada com a lua, e que é adorado pelos sábios encabeçados por Sanaka, Sanandana, Sanatana e Narada! Ó Gopisvara! Desejo que conceda sobre mim prema pelos pés de lótus de Sri Sri Radha-Madhava, que executam alegres passatempos em Vraja-dhama, eu ofereço reverências a você repetidamente.

Nenhum comentário: